Venha ver as 7 lendas urbanas mais perturbadoras do mundo

Assim como as lendas culturais, cada país também possui sua própria lenda urbana. Elas fazem parte da história e da identidade de cada nação, e muitas delas acabam viajando o mundo, sofrendo várias modificações de acordo com cada local.  

Você conhece alguma lenda urbana de sua região? Saiba que muitas delas surgiram de algum fato que realmente aconteceu, no entanto, as vezes algumas delas são só frutos da imaginação de alguém muito criativo e perverso. Mas, será mesmo que existe a possibilidade de que alguma lenda urbana seja real?  

Por mais que não tenhamos esta resposta, separamos as 7 lendas urbanas mais perturbadores de países pelo mundo. Confira:  

1. O desenho de suicídio Japonês

Provavelmente o Japão é um dos países com o maior número de lendas urbanas macabras do mundo. Uma dessas lendas é a de uma jovem japonesa, que teria desenhado uma garota em um papel, em que olha diretamente para a pessoa que a observa.  

Logo que teria terminado o desenho, a jovem teria publicado o desenho na web, e cometido suicídio. Assim que o caso se espalhou, começaram a surgir vários boatos ligando o desenho a sentimentos que a jovem podia estar sentindo, como raiva e tristeza.  

Outros boatos ainda iam mais longe, dizendo que os lábios do desenho se moviam de acordo com que fosse observada, e ainda que espíritos podiam ser visto na imagem. Mas, o pior dos comentários dizia que se uma pessoa encarar o desenho por mais de 5 minutos, vai acabar tendo o mesmo final trágico que a autora. Melhor não colocar a prova, não é mesmo.  

2. Nykur

Essa lenda urbana nasceu na Islândia e envolve cavalos. Geralmente os cavalos são retratados como animais esbeltos e fortes, no entanto, essa lenda consiste em prestar atenção no casco e na cor dos cavalos. Se por um acaso, você acabar avistando um deles próximo da água, pode ser rio, lago ou mar, observe seus cascos.  

Se eles estiverem virados para trás (semelhante aos pés do curupira), provavelmente você está na presença de um Nynkur. A lenda dizia que esse cavalo era um ser aquático, e que ia para a superfície para atrair presas humanas.  

Sua aparência seria muito atrativa, e sua pele seria pegajosa assim que fosse tocado, prendendo o humano que seria arrastado para dentro da água.  

3. Baby blue 

Em tradução livre o ‘bebê azul’ é uma lenda terrível que se originou depois que uma mãe matou o próprio filho. A mãe teria matado o bebê com um pedaço de espelho, e ninguém saberia ao certo o nome do bebê.  

Várias pessoas ao redor do mundo tentam invocar o espirito do bebe, algo parecido com a “Maria Sangrenta ou Loira do Banheiro”. O procedimento seria quase igual também, teria que entrar no banheiro embaçar o espelho e escrever ‘baby blue’, apagar as luzes e estender os braços para frente como se estivesse segurando um bebê.  

O espirito então surgiria e se caso a pessoa se assustasse e derrubasse a criança o espelho seria quebrado e a pessoa morreria.  

4. A mulher Poinciana

Essa lenda aterroriza os Australianos até os dias de hoje. Segundo a história macabra, uma mulher teria sido estuprada por um grupo de pescadores japoneses. Ficando totalmente traumatizada ela descobriu mais tarde que estava gravida, e não suportando todo o horror que havia passado, teria se enforcado em uma árvore Poinciana.  

Logo seu espirito teria ficado muito inquieto e de acordo com a lenda, ela ainda vaga pelas regiões próximas de onde teria sido estuprada, aparecendo como uma bela mulher de branco para os homens que passassem por ali.  

Se os homens ficarem suficientemente fascinados por sua beleza e decidirem se aproximar, ela se transforma em uma terrível criatura e dilacera as vítimas, comendo seus intestinos ali mesmo.  

5. A caixa de brinquedo do diabo

Os filmes do Hellraiser foram inspirados por essa lenda urbana dos Estados Unidos. Mas, o mais terrível é que existe o local que deu origem a essa lenda macabra. Ao norte de Luisiana, existe uma cabine que abriga um quarto conhecido como ‘a caixa de brinquedo do diabo’. E lá, pode ser encontrado vários espelhos que cobrem todas as paredes, chão e teto.  

De acordo com a lenda, basta a pessoa entrar e ficar lá por muito tempo, logo o próprio satã surgiria e levaria a alma da pessoa. Tem um caso real, aonde um homem entrou e ficou lá por cerca de 4 minutos, depois que saiu nunca mais conseguiu dizer uma palavra sequer.  

Existem outros relatos de uma mulher que sofreu parada cardíaca enquanto estava lá. Um dos casos mais aterrorizadores foi de um jovem que teve que ser retirado à força da cabine, enquanto gritava, chutava e chorava. Duas semanas mais tarde ele teria cometido suicídio.  

6. O bebê da cadeira alta  

Por mais que tenha um nome bem estranho, a lenda é mais estranha ainda.  

Essa lenda surgiu na Noruega, e a história era em torno de uma família que nunca conseguia tirar férias, e quando conseguiram acabaram optando por deixar o bebê com uma babá.  

Tudo foi combinado e um imprevisto acabou surgindo com a babá. Ela não tinha chego e os pais estavam a ponto de perder o voo, receberam a notícia que o carro dela tinha quebrado, mas que o mecânico já estava a arrumar e que dentro de 15 minutos estaria na casa. Os pais então tiveram a “brilhante” ideia de amarrar a criança em uma cadeira alta, para que ela não caísse e deixaram as portas do fundo destrancada para que ela pudesse entrar.  

O problema é que a babá nunca chegou a entrar na casa, suspeita-se que ela teria tentado abrir a porta da frente da casa e não conseguindo teria ido em bora. O triste final foi quando os pais voltaram de férias e encontraram seu bebê amarrado todo inchado e morto ainda na cadeirinha.  

7. Teke Teke

Para terminar mais uma lenda urbana Japonesa. De acordo com essa lenda, uma jovem teria sido estuprada e espancada em seu trabalho, pouco depois do término da Segunda Guerra Mundial. Logo em seguida, ela completamente horrorizada teria se jogado da ponte caindo nos trilhos de trem, sendo atropelada por um.  

Porém, fazia muito frio e por alguma razão ela não teria morrido, então se arrastando com a parte superior do corpo ela conseguiu ir até a estação ferroviária mais próxima. Um funcionário de lá teria ficado muito assustado e jogado uma lona sobre o corpo rastejante, deixando-a ali para morrer agonizantemente.  

Não achou tão assustadora, então aguarde. A lenda diz que 3 dias depois de você conhecer essa história essa mulher vai aparecer para você, fazendo o som de “teke teke” enquanto se rasteja em sua direção. Supostamente, ela é capaz de atingir 150 quilômetros por hora, então nem adianta tentar fugir de carro. A missão dela, e cortar a vítima ao meio para pegar a parte inferior para ela.   

Mas, calma de acordo com a lenda, ela vai te perguntar se você precisa de suas pernas. Você precisa responder que precisa delas agora. Então ela vai lhe perguntar quem contou essa história para você, e precisa responder “Kashima Reko”. Assim ela te deixará.  

Acreditando ou não, é melhor lembrar disso daqui a 3 dias não acha.  

Espero que não tenham ficado muito assustados, e até a próxima.  


Gostou? então deixe seu like!